Wednesday, November 22, 2006

O meu olhar

Não é desconhecida a minha admiração por Fernando Pessoa =) Para mim, foi sem dúvida um dos grandes poetas portugueses. Críticado por uns, admirado por outros, porém os seus versos não deixam ninguém indiferente. Hoje deixo-vos um poema pertencente à obra o guardador de rebanhos de Alberto Caeiro, a personalidade de Fernando Pessoa que mais me fascina.


II - O Meu Olhar

O meu olhar é nítido como um girassol.
Tenho o costume de andar pelas estradas
Olhando para a direita e para a esquerda,
E de vez em quando olhando para trás...
E o que vejo a cada momento
É aquilo que nunca antes eu tinha visto,
E eu sei dar por isso muito bem...
Sei ter o pasmo essencial
Que tem uma criança se, ao nascer,
Reparasse que nascera deveras...
Sinto-me nascido a cada momento
Para a eterna novidade do Mundo...
Creio no mundo como num malmequer,
Porque o vejo. Mas não penso nele
Porque pensar é não compreender ...
O Mundo não se fez para pensarmos nele
(Pensar é estar doente dos olhos)
Mas para olharmos para ele e estarmos de acordo...
Eu não tenho filosofia: tenho sentidos...
Se falo na Natureza não é porque saiba o que ela é,
Mas porque a amo, e amo-a por isso,
Porque quem ama nunca sabe o que ama
Nem sabe por que ama, nem o que é amar ...
Amar é a eterna inocência,
E a única inocência é não pensar...

2 comments:

SusannaH said...

Gostei, gostei, gostei!

O eterno Fernando Pessoa..enfim..acho que é preciso morrermos pra nos darem valor..já la dizia alguém..

Tens bom gosto, sabes disso =P

Bjinho d'eu

~the girl with no name~ said...

FERNANDO PESSOA É O MAIOR POETA DE TODOS OS TEMPOS :D amoooo :P desculpa a invasão, já conhecia o poema,mas sempre q leio um poema deste senhor... passo-me eheh :P bjs

Powered by Blogger